Início » Brincar com telemóveis e tablets pode provocar atrasos na fala
telemóvel-tablet
Saúde

Brincar com telemóveis e tablets pode provocar atrasos na fala

A conclusão é de um novo estudo, que foi apresentado na recente Conferência das Associações Académicas Pediátricas, nos Estados Unidos: quanto mais tempo as crianças com menos de 2 anos passarem “agarrados” aos dispositivos móveis (smartphones, tablets, jogos de vídeo, etc.), maior é a possibilidade de virem a sofrer atrasos na fala.

O estudo envolveu 894 crianças entre os 6 meses e os dois anos e foi conduzido por uma equipa de investigadores liderada por Catherine Birken, pediatra e investigadora no Hospital for Sick Children, no Canadá.

Números que dão que pensar

De acordo com informações prestadas pelos pais que participaram no estudo, na consulta dos 18 meses, 20% das crianças passavam em média 28 minutos a mexer em dispositivos móveis.

Através de uma ferramenta de rastreio, os investigadores verificaram a existência ou não de atrasos na linguagem.

Concluiu-se que, quanto mais tempo as crianças passavam com os dispositivos móveis, maior a probabilidade de apresentarem atrasos no discurso. E por cada aumento de 30 minutos com um dispositivo móvel, as crianças apresentavam um acréscimo de 49% de atraso no discurso.

Os resultados do estudo levaram a uma recomendação da Associação Americana de Pediatria, que desencoraja o uso de qualquer tipo de dispositivo móvel em bebés com menos de 18 meses.

DONATIVOS

SIGA-NOS!

Facebook By Weblizar Powered By Weblizar