Início » H&M acusada de racismo por causa de camisola polémica

H&M acusada de racismo por causa de camisola polémica

A marca de roupa H&M está no centro de uma polémica, sobretudo nas redes sociais, depois de ter utilizado um modelo infantil negro para vestir uma camisola com a frase em inglês “o macaco mais fixe da selva”.

Não tardou a que surgissem milhares de comentários negativos relativamente ao tema. Muitas das críticas incidem também na comparação com o modelo infantil branco, cuja camisola surge com as palavras (também em inglês) “especialista em sobrevivência”. 

Famosos indignados

Entre os indignados surge o ator norte-americano Jaleel White, que divulgou a imagem no Instagram, afirmando que se recusa a “acreditar que a empresa seja assim tão burra e insensível ao usar um rapaz negro para vestir uma camisola com capuz onde se lê ‘o macaco mais fixe da selva’ e um rapaz branco com uma camisola com capuz onde se lê ‘especialista em sobrevivência'”.
Também a manequim Stephanie Yeboah, questionou: “De quem foi a ideia na H&M de colocar este doce menino negro a vestir uma camisola com capuz que diz ‘Coolest monkey in the jungle’?”

A marca optou, entretanto, por retirar a fotografia da criança a vestir a camisola, ficando apenas a imagem da peça de roupa.

DONATIVOS

SIGA-NOS!

Facebook By Weblizar Powered By Weblizar